SAJ na mídia: projeto 100% Digital, que informatizou o TJSP, é destaque na imprensa brasileira

04/03/2016 | 3 min. de leitura

Projeto 100% Digital, que informatizou o TJSP, é destaque na imprensa nacional
Projeto 100% Digital, que informatizou o TJSP, é destaque na imprensa nacional

Considerado o maior tribunal do mundo, o TJSP está totalmente informatizado. O projeto 100% Digital, executado em parceria com a Softplan, levou a tecnologia do processo digital a todas as unidades judiciárias da Corte paulista. Mais uma vez, os resultados foram destaque na imprensa. Capa do  Anuário da Justiça, o projeto ganhou repercussão em renomados veículos de comunicação.

Após a implantação do processo digital, gerenciado pelo Sistema de Automação da Justiça (SAJ), o Tribunal passou a reduzir em até 70% o tempo gasto com a burocracia e a julgar mais rápido. Nos últimos três anos,  conseguiu reduzir o acervo de processos na primeira e segunda instâncias — que hoje está em 20,5 milhões de ações.  A Justiça de São Paulo é a primeira de grande porte a trabalhar exclusivamente com ações novas somente em meio digital — desde 30 de novembro de 2015, a Corte não recebe nenhuma ação em papel.

Estes são alguns dos dados mapeados no Anuário de Justiça, produzido pela revista eletrônica Consultor Jurídico. Os tempos modernos vivenciados após a implantação do processo digital também foram destacados pela Rede Globo. O programa Bom dia SP exibiu matéria sobre o “final do uso do papel” no Tribunal. Já o jornal Folha de São Paulo registrou que o Tribunal está totalmente informatizado e os portais Estadão e R7, dentre outros, noticiaram os avanços que o Projeto 100% Digital conferiu à Corte. 

Projeto 100% Digital que informatizou o TJSP

Em parceria com a Softplan, a Corte levou o processo digital a todas as mais de 1,9 mil unidades judiciárias paulistas. Cerca de 51 mil pessoas, dentre servidores, magistrados, juízes e estagiários receberam treinamentos para operar plenamente a tecnologia e conferir mais celeridade à prestação jurisdicional.

projeto-100-digital-que-informatizou-o-tjspConfira a Revista e o Vídeo do Projeto 100% Digital

Com a adoção do processo digital, a burocracia — uma das grandes reclamações referentes à Justiça —, é reduzida drasticamente: o cartório recebe a ação, que é cadastrada no sistema pelos próprios advogados, e em pouco tempo as partes são intimadas. A defesa tem as 24 horas do dia para peticionar no processo. Quando o juiz entra no SAJ, visualiza na tela todos os casos conclusos para julgamento.

Além disso, evitam-se deslocamentos de partes e advogados até os fóruns para consultas e acompanhamento dos processos; elimina-se o uso do papel, o que gera uma economia aos cofres públicos e o reaproveitamentos dos espaços físicos que seriam necessários para guardar as peças físicas.

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Paulo Dimas Mascaretti, acredita que, com o processo digital, os desembargadores podem apresentar uma “prestação jurisdicional mais ágil e mais eficiente”.

Gilberto Oliveira, coordenador de operações da Softplan,  explica que o projeto 100% digital do TJSP é referência para todo o Brasil. “É uma ferramenta fundamental para que o tribunal continue atingindo as metas do CNJ em relação à produtividade e à transparência.”

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

Leia também

Receba nossas novidades por e-mail:

Fale com o
especialista
Desenvolvido por: Linkedin Instagram