Presidente do TJAL e Softplan planejam aprimoramentos em ferramentas digitais

Presidente do TJAL e Softplan planejam aprimoramentos em ferramentas digitais

Aprimoramentos e implantação de novas ferramentas digitais para agilizar o trabalho de magistrados e servidores foram discutidos pelo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), Washington Luiz Damasceno Freitas e representantes da Softplan, empresa responsável pelo Sistema de Automação da Justiça (SAJ), utilizado pela Justiça alagoana.O presidente Washington Luiz reafirmou a meta de digitalizar todos os processos judiciais e administrativos que ainda tramitam fisicamente no Judiciário de Alagoas.

O presidente confirmou a renovação, com os ajustes necessários, do contrato com a empresa, que vence em junho. “A Softplan tem projetos inovadores e vieram nos oferecer novos serviços. Ficamos bastante interessados, de forma que vamos evoluir nos nossos contatos e continuar trabalhando com essa empresa”, disse o desembargador Washington Luiz.

Na reunião, o presidente reafirmou a meta de digitalizar, até o final da atual gestão, todos os processos judiciais e administrativos que ainda tramitam fisicamente no Judiciário de Alagoas. “Nós constituímos uma equipe com essa finalidade precípua e temos certeza que vamos alcançar nosso objetivo de deixar todos processos digitalizados, inclusive na esfera administrativa, até o final de 2016”.

A virtualização de todas as unidades judiciárias do Estado foi concluída em 2014. Todos os processos novos tramitam digitalmente, mas ainda há processos físicos remanescentes, que serão digitalizados por servidores do Tribunal.

Matérias-relacionadas---Leia-mais Leia mais
SAJ integra Ministério Público e Tribunal de Justiça em Alagoas

Coordenador da Comissão de Virtualização do Judiciário alagoano, o desembargador Fernando Tourinho avalia como fundamentais os ajustes entre o TJAL e a Softplan, e ressalta que a prioridade da atual gestão é a capacitação dos servidores. “Ano passado nós virtualizamos todo o estado de Alagoas e esse ano vamos investir em qualificação dos servidores. Pretendemos elaborar vários cursos para que o servidor preste um melhor serviço à população”.

O gerente de Novos Negócios, Rodrigo Santos, parabenizou o TJAL pela virtualização das unidades. “No momento em que o tribunal se torna completamente digital, você leva a Justiça alagoana pra um outro patamar, a que pouquíssimos tribunais no Brasil e no mundo chegaram”, elogiou.

“Como agora o sistema atende todo o Estado, temos uma série de ajustes a fazer, e o presidente foi bem claro: faremos o que precisarmos fazer para garantir uma maior celeridade. A ideia é trazer para Alagoas tudo de mais moderno que tem sido desenvolvido no Brasil”, explicou Rodrigo Santos.

 Fonte: Diretoria de Comunicação TJAL

Comentar

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados *