Justiça digital: novo recorde de produtividade do TJSP é destaque na imprensa nacional

Justiça digital: novo recorde de produtividade do TJSP é destaque na imprensa nacional

O novo recorde de produtividade do TJSP, quebrado em agosto quando a Corte registrou um aumento de 51% nos processos baixados na fase de conhecimento em relação ao mesmo período de 2015,  continua sendo destaque na imprensa brasileira.

Também pudera: o maior tribunal da América Latina está sendo considerado um dos mais produtivos do mundo.
Nesta semana, foi a vez da Rádio Jovem Pan destacar que, com o SAJ o TJSP atingiu um novo recorde de produtividade. No programa Jornal da Manhã e em seu blog, o jornalista Claudio Tognolli destaca como a tecnologia digital está conferindo mais celeridade à tramitação dos processos na Justiça de São Paulo.

novo recorde de produtividade do TJSP  Clique abaixo e ouça a reportagem ou acompanhe a íntegra do programa Jornal da Manhã


Conforme o diretor de Negócios e Serviços da Softplan, Rodrigo Santos, o aumento de produtividade se deve à consolidação do  SAJ nas mais de 2 mil unidades judiciais do TJSP. “A rotina dos cartórios é repleta de atividades manuais e repetitivas. Como o SAJ extingue estas burocracias, além de um ganho significativo de celeridade na tramitação do processo, há a possibilidade de realocar os servidores em atividades mais especializadas”.

Aliás, o melhor aproveitamento da capacidade produtiva do quadro funcional foi o que ocorreu em São Paulo. Rodrigo detalhou: “com a implementação de três funcionalidades do SAJ – juntada, distribuição e publicação automáticas -, foi possível reaproveitar a força de trabalho de aproximadamente 10 mil pessoas”.

Novo recorde de produtividade do TJSP

Em agosto, o Tribunal de Justiça de São Paulo atingiu um novo recorde de produtividade. O desempenho histórico  ganhou destaque na na imprensa nacional e ocupa espaço na Folha de São Paulo, Veja.com, no portal do TJSP, além de diversos sites que replicaram o conteúdo.

Com 376.271 processos baixados na fase de conhecimento, em agosto o TJSP superou a própria marca. Esse número é 24,6% maior que o de junho de 2016, quando o tribunal já havia batido seu recorde histórico de processos baixados em um mês.

A comparação se torna ainda mais expressiva em relação a agosto de 2015, com um crescimento de 51%.

Os dados confirmam o sucesso da primeira fase do Justiça Bandeirante, que por meio de capacitações e workshops, disseminou as melhores práticas do processo digital aos servidores do TJSP. E ao projeto 100% Digital, concluído em dezembro de 2015, que implantou o processo digital do Sistema de Automação da Justiça (SAJ) em todo o Estado.

É possível estabelecer uma relação com a celeridade que o processo digital confere à Justiça paulista. Isso porque, em 2015, apenas 17% dos processos baixados eram digitais. Já em agosto deste ano, 43% dos baixados são digitais.

Judiciário Eficiente

O extraordinário resultado em agosto coincide com o lançamento do programa Judiciário Eficiente. O programa do Tribunal reconhece e premia as unidades judiciais de primeiro grau que atinjam níveis pré-estabelecidos de produtividade.

Para o presidente Paulo Dimas, há um “trabalho no sentido de transformar o judiciário paulista em um judiciário diferenciado, ágil, e principalmente eficiente com o objetivo transformador de fazer com que o Judiciário paulista cumpra a missão institucional em tempo razoável”.

1 Comentário

  • Solange
    Publicado 11/12/2016 em 02:02 | Link permanente

    Com certeza facilitou para os funcionários e membros do TJSP, para os advogados na minha opinião não. Para acessar o esaj gastasse pelo menos 5 minutos, pois ó site no sistema é considerado desconhecido e inseguro, tem-se que se utilizar de uma artimanha para acessar. E a limitação dos parâmetros do PDF também são limitados para a quantidade de documentos de estruturas diversas que precisamos encaminhar.

Comentar

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados *