Inovação na Justiça: evento voltado a Tribunais apresenta nova onda de transformações digitais no Judiciário brasileiro

18/07/2017 | 4 min. de leitura

Atualmente, a Justiça brasileira tem mais de 102 milhões de desafios pendentes. Mais de 102 milhões de processos tramitando em 90 Tribunais do País, de acordo com o relatório Justiça em Números 2016, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Os operadores do Direito se esforçam para resolver todos os casos, mas as demandas da sociedade são cada vez mais crescentes. O acesso à Justiça, por meio do processo digital e da tecnologia, por exemplo, democratizou o Judiciário e trouxe mais transparência ao trabalho dos servidores e magistrados. A sociedade, cada vez mais, pede respostas mais rápidas e mais assertivas.

:Leia mais:

Vídeo: confira como foi o Innovation Day MPs
Assistente Digital do promotor: solução de computação cognitiva para MPs

Tomadores de decisão, gestores e magistrados precisam mais do que nunca de aliados capazes de promover inovação na Justiça. A tecnologia, que há cerca de uma década gerou uma transformação no Judiciário brasileiro com o processo digital, agora promove uma nova onda de mudanças com a chegada da Computação Cognitiva na Justiça.

Computação Cognitiva, Inteligência Artificial, Machine Learning (aprendizado de máquina) são áreas da ciência que criam novas oportunidades para a Justiça. Com a ajuda da Ciência de Dados, que proporciona uma imensa análise de dados, os Magistrados podem fazer estudos de caso muito mais detalhados, consultar jurisprudências de forma rápida e tomar decisões mais assertivas.

Inovação na Justiça: Robôs a favor da Justiça

Servidores da Justiça que trabalham com a ajuda de robôs já é uma realidade. O Ministério da Justiça, por exemplo, criou a Rede Nacional de Laboratórios contra Lavagem de Dinheiro (Rede-Lab). Com a ajuda de Big Data, as instituições da Justiça conseguem analisar uma enorme quantidade de dados que auxiliam nas investigações contra o crime organizado.

Nos primeiros quatro anos de funcionamento, a Rede-Lab ajudou a identificar possíveis ilegalidades na movimentação de cerca de R$ 22 bilhões. Esta tecnologia está integrada com os Ministérios Públicos Estaduais, Polícias Civis, Polícia Federal, Tribunal Superior do Trabalho e Receita Federal.

A Computação Cognitiva proporciona que as máquinas aprendam sobre o dia a dia dos seres humanos e os auxiliem em suas atividades. Essa é a discussão central do Innovation Day Tribunais de Justiça. O evento, voltado para gestores das Cortes de todo o País, vai reunir referências da Computação Cognitiva e da transformação digital.

No dia 25 de agosto, no Sapiens Parque, o Vale do Sicílio brasileiro, em Florianópolis (SC), sete palestrantes vão apresentar tendências para a promover inovação na JustiçaOs Tribunais de Justiça de São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Ceará e Alagoas estão à frente da organização do evento.

“Até pouco tempo atrás, isso parecia coisa de ficção científica: computadores que aprendem para melhorar o desempenho dos humanos. Isso já é realidade e é importante que as soluções sejam pensadas olhando os desafios específicos de cada setor da Justiça. Dessa forma, é possível aplicar a Inteligência Artificial de forma mais assertiva para os operadores do Direito”, argumenta Marcos Florão, assessor de Inovação da Softplan, empresa desenvolvedora de soluções para a Justiça e uma das realizadoras do Innovation Day TJs.  

Troca de experiências com profissionais renomados

Hevertom Fischer, arquiteto de soluções da IBM, uma das grandes referências mundiais em Computação Cognitiva, garante que os robôs e os algoritmos já nos auxiliam a resolver questões do nosso dia a dia. Fischer é um dos palestrantes do Innovation Day TJs e defende que a Computação Cognitiva é o caminho para a inovação na Justiça brasileira.

“A Computação Cognitiva facilita o trabalho de pesquisa para os processos, ajuda na busca de jurisprudências, analisa um enorme volume de dados. Esse tipo de tecnologia faz com que os magistrados ganhem muito mais tempo e isso, consequentemente, promove mais agilidade à Justiça”, explica Fischer.

O evento terá ainda a participação de Luis Mangi, vice-presidente de Pesquisa do Gartner, a mais respeitada empresa de consultoria estratégica do mundo. Ele falará sobre a próxima onda de transformação digital e inovação disruptiva na Justiça.

O Innovation Day TJs contará ainda com palestras sobre a transformação do serviço público, a confiança na Justiça e a aplicação de Big Data e Analytics no Judiciário. As discussões serão norteadas por palestrantes da Fundação Getúlio Vargas, da Microsoft, da Softplan e do WeGov, empresa especializada em promover a inovação em instituições públicas.

Garanta a sua vaga! Faça a sua pré-inscrição aqui.

Novas soluções especializadas para a Justiça

A inovação na Justiça vem ganhando cada vez mais força desde a implantação do processo digital. Desde então, vemos soluções tecnológicas no dia a dia dos operadores do Direito, garantindo agilidade e transparência.

“Nós, como provedores de soluções para o segmento da Justiça, identificamos que essas tecnologias podem prover ganhos de produtividade significativos. Os usuários dessas soluções passam a ter mais qualidade e assertividades em suas atividades”, garante Ilson Stabile, diretor-executivo da Softplan.

“A Justiça, tradicionalmente, lida com grandes volumes de informação que só fazem crescer. Ao mesmo tempo, o serviço público tem restrições de orçamento para incremento de pessoal. Ainda temos a sociedade que cobra mais agilidade e transparência. Por isso, é importante trabalhar a inovação como uma saída para resolver estes desafios”, destaca Marcos Florão.

A Justiça brasileira já está preparada para uma nova onda de transformação. Agora, é o momento de fortalecer as discussões para que os operadores do Direito estejam à frente desta mudança que tornará o Judiciário muito mais ágil, eficaz e transparente.

Agende-se:

O quê: Innovation Day Tribunais de Justiça
Quando: 25 de agosto de 2017
Onde: Sede da Softplan. Sapiens Parque, Cachoeira do Bom Jesus. Florianópolis (SC)
Quanto: gratuito, mediante inscrições
Mais informações: www.innovationdaytj.com.br

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

Leia também

Receba nossas novidades por e-mail:

Fale com o
especialista
Desenvolvido por: Linkedin Instagram