Fórum TIC na Justiça reúne membros do Judiciário e especialistas em tecnologia

01/08/2018 | 2 min. de leitura

A Softplan estará presente na 6ª edição do Fórum TIC na Justiça, que será realizada no Rio de Janeiro nos dias 2 e 3 de agosto. O evento é voltado para debater as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) aplicadas à realidade do Direito. É um ponto de encontro entre os tomadores de decisão do Poder Judiciário e especialistas em soluções de inovação.

A principal temática do 6º Fórum TIC na Justiça será como a tecnologia pode ajudar no cumprimento das metas do Judiciário no biênio 2018-2019. O evento é fechado para convidados. É esperada a participação de 200 pessoas de tribunais de todo o país. Já estão confirmados representantes do TJRJ, TJRS, TJSC, TJMS, TJBA e TJSE, entre outros órgãos do Judiciário.

“Enquanto cresce o volume de ações, o Judiciário enfrenta limitações de orçamento e pessoal. É um paradoxo. A tecnologia entra para resolver isso. Soluções que possibilitam que se julgue muito mais sem a necessidade de grandes incrementos no quadro”, disse Marcos Florão, diretor de Inovação da Softplan.

Terceira participação no Fórum TIC na Justiça

A Softplan, empresa líder na transformação digital da Justiça brasileira, participará pela terceira vez do Fórum TIC na Justiça. Esteve também nas edições de Florianópolis (SC) e Campo Grande (MS). Este ano, marcará presença com o Sistema de Automação da Justiça (SAJ), solução na qual tramitam cerca de 50% dos processos da Justiça Estadual no país. E também apresentará produtos inovadores como Gabinete Digital, Cofre Virtual, Diligências Digitais e Robôs Inteligentes.

Para aprofundar os debates do Fórum, o diretor de Inovação, Marcos Florão, fará uma palestra na tarde de sexta-feira. Com o tema “O uso de novas tecnologias e seu impacto no Judiciário”, Florão abordará como novas disciplinas já são usadas para melhorar a produtividade do segmento.

“Inteligência Artificial, machine learning e big data já são realidade. Vamos dar exemplos práticos de como essas novas tecnologias melhoram o trabalho da Justiça exponencialmente. É uma nova etapa dessa transformação depois da consolidação do processo digital”, disse Florão.

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

Leia também

Receba nossas novidades por e-mail:

Fale com o
especialista
Desenvolvido por: Linkedin Instagram