A partir desta segunda-feira, TJSP recebe somente ações em formato digital

A partir desta segunda-feira, TJSP recebe somente ações em formato digital

100% DigitalTodo avanço tecnológico só faz sentido quando influencia de maneira positiva o mundo e a vida das pessoas. O Tribunal de Justiça de São Paulo, considerado pelos números de processos e de magistrados o maior do mundo, pensa da mesma forma. Por isso vem passando por um avançado projeto de informatização nos últimos 10 anos. O ciclo de transformação culmina agora com o encerramento do projeto 100% Digital. Na prática, significa dizer que a partir desta segunda-feira TJSP recebe somente ações em formato digital. Nenhuma processo em papel ingressará no Judiciário paulista.

A entrada de ações em papel começou a ficar no passado quando, no início do ano, o presidente José Renato Nalini assumiu o desafio de tornar as 331 comarcas do Estado 100% digitais. O compromisso, proporcional à grandiosidade do Tribunal, que reúne cerca de 51 mil pessoas em seu quadro funcional, dentre 360 desembargadores e mais de 2 mil magistrados de primeiro grau, e pelo qual tramitam mais de 25 milhões de processos (um quarto dos feitos da Justiça brasileira), foi cumprido com um mês de antecedência.

Com o projeto 100% Digital, os benefícios do processo digital, como facilidade para consulta às peças, peticionamento eletrônico disponível 24 horas e fim do desperdício com folhas de papel, estão acessíveis ao Estado inteiro. O Sistema de Automação da Justiça (SAJ), software adotado pelo TJSP para o gerenciamento dos processos, automatiza as rotinas e evita que procedimentos burocráticos como juntada, etiquetagem e carga física sejam feitos. Com isso, elimina-se mais do que 70% do tempo perdido no transporte dos autos e as anotações de controle. Além disso, o processo digital segue os requisitos de segurança estabelecidos pela legislação.

Celeridade e economia de tempo
Os resultados já são notados pela aceleração da tramitação eletrônica decorrente da automatização dos procedimentos cartorários. Para efeito de comparação, a distribuição do processo físico é um procedimento que leva cerca de 21 minutos. Com o processo digital, eliminam-se atividades como o protocolo, cadastramento, autuação e carga para o cartório. Assim, toda a ação passa a ser executada em apenas 2 minutos.

Já a juntada do processo em papel consome, em média, 17 minutos. Além do protocolo, a carga, o cadastro no sistema, a localização do processo físico na estante, a juntada da petição ao processo e a devolução da peça à prateleira são etapas que consomem este tempo. No processo digital, a juntada é automática nos autos processuais, feita instantaneamente. Para 2016, somente nestas duas atividades, o Tribunal economizará cerca de 6 milhões de horas – equivalente à força de trabalho de 3 mil pessoas por mês, que podem ser redirecionadas a outras atividades.

Na 22ª Vara Cível do Fórum João Mendes, em São Paulo, uma comparação entre o número de processos sentenciados nos formatos físicos e digitais surpreende: em quatro anos, de 2011 a 2015, foram solucionados cerca de 48% dos processos físicos. Em dois anos, após a digitalização da vara, que ocorreu em dezembro de 2012, 60% dos processos foram sentenciados.

Para o presidente Nalini, a Corte foi audaciosa ao correr os riscos da informatização total. “O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo mostrou que é possível tornar a prestação jurisdicional mais célere, mais objetiva e fazê-la funcionar exatamente como deve ser uma Justiça eficiente: pronta, se possível imediata, pois aquilo que perturba o relacionamento entre as pessoas deve ser enfrentado de forma imediata”. Ele finaliza: “Compactuar com a lentidão é negar Justiça. É torná-la despicienda e descartável”.

Suporte técnico:
Para atender a demanda, o TJSP ampliou o horário do suporte ao usuário externo. Desde outubro, o atendimento telefônico funciona das 8 horas à meia-noite em dias úteis e, aos fins de semana e feriados, das 9 às 19 horas – (11) 3627-1919 e (11) 3614-7950. O atendimento ao usuário interno também foi aprimorado. Com a totalidade das varas funcionando em formato digital, o HelpDesk cresceu e recebe demandas por uma central de chamados.

O que muda na prática:
para o advogado

A adoção do processo digital ocorreu em todas as varas da área Cível e Criminal. As partes, magistrados, servidores ou advogados, podem consultar os autos na internet, o que traz comodidade a todos e reduz o atendimento em balcão.

A experiência de utilizar o peticionamento eletrônico é tão simples e intuitiva quanto enviar um e-mail com
anexo, acrescido de certificação digital. O advogado pode trabalhar de qualquer computador com acesso online, observando-se os requisitos mínimos de configuração

para o cidadão
Pode acompanhar seus processos na internet com facilidade, segurança e transparência

para instituições e órgãos integrados
Ministério Público, Defensoria Pública, Procuradorias do Estado e Municípios e demais instituições podem peticionar, receber intimações e acompanhar seus processos no portal de serviços ou por meio da integração de seus sistemas com o SAJ do Tribunal de Justiça.

Evento Projeto 100% Digital

A solenidade de celebração do cumprimento da meta do projeto 100% Digital ocorre no dia 30 de novembro, às 14h, na Sala Desembargador Paulo Costa (Salão do Júri), no segundo andar, do Palácio da Justiça, em São Paulo.

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

2 Comentários

  • Elizeu da Silva Araujo
    Publicado 12/06/2016 em 02:43 | Link permanente

    Parabéns pelo projeto, Brasil, rumo ao primeiro mundo, com muito orgulho, comento.

    • Francine Cadore Francine Cadore
      Publicado 13/06/2016 em 09:29 | Link permanente

      Olá, Elizeu! Tudo bem?
      Agradecemos a leitura do nosso portal de notícias. Realmente, o projeto 100% Digital merece os nosso reconhecimento. Um abraço, Francine Cadore.

Comentar

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados *