SAJ Procuradorias é destaque em congresso no Rio Grande do Sul

SAJ Procuradorias é destaque em congresso no Rio Grande do Sul

SAJ Procuradorias é destaque no 1º Congresso Gaúcho Cidades Digitais

A tecnologia como alternativa para aumentar a arrecadação dos municípios é um dos temas de destaque do 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais. O evento ocorre nos dias 10 e 11 de agosto, em Bento Gonçalves (RS), e reúne representantes de 100 municípios brasileiros.  

Principais tendências para procuradorias municipais, a tecnologia da informação e a Computação Cognitiva são destaques na programação do congresso. A Softplan é uma das referências na discussão do futuro das procuradorias, pois desenvolve o Sistema de Automação da Justiça, o principal colaborador para a implantação do processo digital na Justiça brasileira. Entre as várias soluções para o ecossistemas da Justiça, está o SAJ Procuradorias, responsável por ajudar diversas prefeituras brasileiras a aumentar sua arrecadação por meio de Execuções Fiscais.

“O objetivo é demonstrar como a tecnologia da informação pode ser uma ferramenta para aumentar a arrecadação do município. Vamos fazer uma relação entre temas recentes que já se tornaram obsoletos, mas podem avançar muito com a Computação Cognitiva”, explica Cláudio Souza, analista jurídico e executivo do SAJ Procuradorias

A programação do 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais prevê uma palestra para tratar deste assunto, nesta sexta-feira, às 11h15min, na Fundação Casa das Artes. Souza vai destacar cases de sucesso que usaram a tecnologia para aumentar significativamente a arrecadação do município. É o exemplo da Procuradoria Geral de Florianópolis (SC), que conseguiu reduzir o tempo médio de ajuizamento dos processos de Execução Fiscal. Antes do SAJ Procuradorias, a PGM levava cerca de 276 dias. Com o sistema, o tempo foi reduzido para 58 horas.

“Também é importante ressaltar que os sistemas de gestão robustos, como o SAJ Procuradorias, permitem o uso da Ciência de Dados. A partir de uma análise de dados detalhada e altamente qualificada, é possível tomar decisões muito mais assertivas. Quando a prefeitura tiver um conjunto de variáveis de devedores do município, por exemplo, poderá direcionar os esforços e as ações de forma mais eficaz”, avalia Cláudio Souza.

Comentar

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados *