Execução Fiscal municipal: PGM Barueri se renova e faz 11 vezes mais ajuizamentos

Execução Fiscal municipal: PGM Barueri se renova e faz 11 vezes mais ajuizamentos

Execução Fiscal municipal

A Execução Fiscal municipal tem um papel importante na gestão pública. Os ajuizamentos feitos pela Procuradoria do Município podem garantir que valores expressivos retornem ao caixa da prefeitura.

Com os valores que retornam, a gestão pública pode intensificar as ações que beneficiam a comunidade. Pensando nessa função importante da Execução Fiscal municipal, a Procuradoria Municipal de Barueri (SP) se renovou. Os procuradores passaram a fazer um controle muito mais efetivo dos ajuizamentos e das ações da PGM.

“Quando cheguei na PGM, notei que não havia controle de nada. E numa cidade que tem uma das maiores economias do País, tínhamos muito o que controlar. Chegamos ao ponto em que fazer um controle manual era impossível”, argumenta Stephen Santoro Sales, procurador-chefe Fiscal e Tributário de Barueri.

Com a ajuda de sua equipe, o procurador começou a reunir dados que mostravam o quanto a cultura da Procuradoria precisava mudar. Era necessário tornar a rotina mais automatizada para dar conta da alta demanda de trabalho. Além disso, era necessário incluir outros setores da prefeitura. Isso faria com que o trabalho de todos fluísse melhor e promovesse resultados mais rápidos para a sociedade.

Com autonomia técnica e investimento, o procurador conseguiu informatizar a procuradoria e mudar a cultura de resultados dentro da Prefeitura de Barueri.

Aumento de 1.000% no ajuizamento de um ano para outro

Uma das ações que transformou a PGM Barueri foi a adoção do Sistema de Automação da Justiça (SAJ) para Procuradorias. Com o sistema de gestão de processos judiciais, a Procuradoria conseguiu organizar o número de processos e fazer ajuizamentos em lote da Execução Fiscal municipal.

“Teve um ano em que a PGM de Barueri ajuizou apenas 37 Execuções Fiscais durante os doze meses. Isso é impensável hoje”, avalia Sales.

Com a ajuda do SAJ Procuradorias, os ajuizamentos cresceram 11 vezes de um ano para o outro.

Durante o ano de 2016, a Procuradoria de Barueri ajuizou 1.235 Execuções Fiscais.

Em 2017, foram 14.372, um crescimento de 1.000% com a ajuda da tecnologia. As ações ajuizadas em 2017 representam um valor de R$ 106,5 milhões para a Prefeitura de Barueri.

Confira as 5 ações que transformaram a Procuradoria de Barueri

Para o procurador, vale a pena investir em estratégias que focam em eficiência e que não afetam os conceitos jurídicos, como é o caso da tecnologia. “Hoje, eu não trabalharia sem as ferramentas tecnológicas que tenho hoje. Eu não teria condições psicológicas e humanas para dar conta de uma demanda tão grande”, conta Stephen Santoro Sales.

O uso da tecnologia e a padronização das atividades da PGM provocou ainda uma mudança de comportamento dos contribuintes de Barueri. “Notamos que a procura por acordos e conciliações aumentou muito. Os contribuintes perceberam que a prefeitura estava fazendo uma série de ações para cobrar os débitos. Eles se adiantaram para quitar as dívidas”, conclui Stephen Santoro Sales.

SAJ na Mídia

Os resultados positivos da Procuradoria de Barueri foram destaque no portal online da Revista Veja.

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

1 Comentário

  • Jose Carlos Grothe
    Publicado 09/02/2018 em 18:41 | Link permanente

    Eu como como Corretor de Imóveis Perito Judicial achei ótimo o sistema informatizado economiza papel tempo.

Comentar

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados *