Representantes de Ministérios Públicos estaduais criam o comitê de gestores do SAJ-MP

25/08/2015 | 2 min. de leitura

Membros e servidores dos Ministérios Públicos que adotam o Sistema de Automação da Justiça para a gestão dos processos judiciais e extrajudiciais criaram o Comitê de Gestores do SAJ-MP. O objetivo é aproximar as instituições de Santa Catarina, Acre, Mato Grosso do Sul e Alagoas para compartilhamento de informações e troca de experiências. O Comitê foi criado durante o evento Boas Práticas para Processos de Ministérios Públicos, que ocorreu em Maceió, nos dias 20 e 21 de agosto.

Conforme o procurador de Justiça Antiógenes Marques de Lira, presidente do Comitê Estratégico de Tecnologia e Informação (CETI) do MPEAL, a criação do grupo é de fundamental importância para tornar ainda mais efetiva a prestação jurisdicional e, assim, beneficiar a sociedade. “Ao compartilharmos as experiências que dão certo em outros estados, podemos adotar estas práticas e beneficiar as sociedades locais”, conta o subprocurador.

Ele explica que o Comitê inicia uma nova era de comunicação e relacionamento entre as instituições que adotam o SAJ e também com a Softplan, desenvolvedora do sistema. Os encontros serão momentos para discutir também as questões mais técnicas, como as relacionadas aos contratos, desenvolvimento, implantação, evolução e melhoria contínua da solução SAJ.

ícone de leia mais Leia mais
Vídeo: conheça o projeto MP Digital

“Buscamos uma relação duradoura, baseada na confiança, sustentabilidade e valorizando as pessoas, não por coincidência, estes são os valores que norteiam a empresa”, destaca Antiógenes Marques de Lira.

O coordenador de Negócios da Softplan, Alexandre Vedovelli, complementa: “a exemplo dos encontros de gestores do SAJ-Tribunais, o compartilhamento de experiências é um exemplo de trabalho colaborativo que dá certo. As discussões passam a ser padronizadas e direcionadas para que os MPs possam otimizar seus recursos e trilharem o melhor caminho das boas práticas jurisdicionais”.

O próximo encontro já tem data definida: 16 de novembro, em Brasília. Na primeira reunião, estiveram presentes o promotor de Justiça de SC e presidente da Comissão para Desenvolvimento do SIG, Laudares Capella Filho, o gerente de Processos Digitais do MPSC, Paulo Cesar Allebrandt; do Acre, o promotor de Justiça e coordenador do SAJ-MP e presidente do CETI, Rogério Voltolini Muñoz, e a assistente administrativa Enayle dos Reis; de Mato Grosso do Sul, a promotora de Justiça e presidente do CETI, Cristiane Mourão Leal Santos, e a chefe de Divisão de Projetos e Serviços de TI Sabrina Lopes Baes; de Alagoas, o procurador de Justiça e presidente do CETI, Antiógenes Marques de Lira, o diretor de Tecnologia da Informação Marcel de Castro Vasconcelos, além de membros e servidores do MPEAL.

A criação do Comitê foi destaque nos portais institucionais dos MPs de Mato Grosso do Sul e Alagoas.

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

Leia também

Receba nossas novidades por e-mail:

Fale com o
especialista
Desenvolvido por: Linkedin Instagram