Desenvolvido por: Linkedin Instagram

CASE DE SUCESSO:
Finalistas GLH 2018: time vencedor da etapa Florianópolis se prepara para final em Nova York
08/03/2018 | 3 min. de leitura

A solução ‘Apresente-se’ veio para agregar no ecossistema da Justiça. O aplicativo mobile, desenvolvido no Global Legal Hackathon (GLH), auxilia cidadãos que precisam se apresentar à Justiça regularmente.

Com sede de fazer a diferença, os vencedores da etapa Florianópolis da maior maratona de programação para a Justiça, se reúnem diariamente para realizar as entregas da semifinal.

Ao total, 40 hosts de todo o mundo estão aptos a entregar as demandas feitas pela organização do Hackathon. Dentre os 40, apenas oito serão selecionados para a grande final em Nova York que ocorre em 21 de abril deste ano.

O time, composto por especialistas da área técnica, design e negócios, conta com Alessandro Martini, Alexandre Golin, Claudinei Martins, Fernando Gutierrez, Ícaro Rezende, Patrícia Fragnani, Raphael Gobbo e Thiago Dias.

O principal foco do Global Legal Hackathon é trazer soluções com algum tipo de impacto social e que resolvam, de forma inovadora, os problemas atuais que envolvem o Judiciário.

A partir disso, os integrantes do time 601, numeração dada pela organização, deram início a solução “Apresente-se”.

Saiba mais sobre a solução “Apresente-se”

“Avaliamos o problema com os mentores da área e estudamos se a solução que estávamos dando tinha alguma aplicação”, conta a designer do time, Patrícia Fragnani.

Próximos passos dos finalistas GLH 2018

Para a próxima etapa, que tem as entregas marcadas para o dia 11 de março, quatro itens essenciais estão na lista:

  • Vídeo pitch, com exemplos e explicações da solução “Apresente-se”;
  • Presentation deck, uma apresentação em slide sobre a solução;
  • MVP Funcional, onde o time envia uma prévia da solução para que a banca avalie as funcionalidades;
  • Engajamento nas mídias, contando com páginas, notícias e afins.

O time está saindo de sua zona de conforto para operar tarefas que não fazem parte da sua rotina. Thiago, por exemplo, é o ator no vídeo pitch que será entregue para a banca.

Quer ajudar a solução ‘Apresente-se’ a chegar em NY? Curta a página no face e siga a conta no twitter!

A expectativa do time para que a solução chegue a final do Global Legal Hackathon é grande.

“Considerando que eram mais de 20 países e que dentre os 10 times da etapa Florianópolis, saímos como primeiro, a possibilidade de ser um dos 8 nos anima muito. Acreditamos que é possível, estamos trabalhando todos os dias, desde que o resultado saiu, para buscar essa vaga”, afirma Patrícia.

Para Thiago Dias, analista de negócios do time, o apoio das pessoas que estão auxiliando nas atividades e o engajamento da equipe tem feito a diferença e gerado confiança.

“A nossa equipe técnica está trabalhando todos os dias até tarde. Conseguimos um especialista que tem nos auxiliado a incrementar partes cruciais da solução”, conclui Thiago.

A solução recebeu feedbacks de integrantes da Justiça Federal de Santa Catarina onde, a partir disso, o time colheu depoimentos extremamente positivos sobre o ‘Apresente-se’ e identificou entusiastas.

Global Legal Hackathon

A maratona de programação reuniu em todo o mundo mais de 10 mil participantes, em 25 países diferentes, com o objetivo de criar soluções para os desafios da Justiça.

Na sede da Softplan, em Florianópolis, 150 profissionais do Direito, tecnologia, design e negócios desenvolveram, durante 54 horas, aplicações para tornar o acesso à Justiça mais acessível, ágil, célere e democrático.

Saiba mais sobre o evento, aqui.

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

Leia também

Receba nossas novidades por e-mail:

Fale com o
especialista
Desenvolvido por: Linkedin Instagram