Segurança do Sistema de Automação da Justiça é destaque no ConJur

13/07/2015 | 2 min. de leitura

Segurança do Sistema de Automação da Justiça é destaque no ConJur

A segurança do Sistema de Automação da Justiça (SAJ) foi destaque no portal de notícias Consultor Jurídico (ConJur). A matéria enfatiza que a solução possui, além da certificação digital, exigida por lei, a funcionalidade de carimbo do tempo, que possibilita verificar a data e hora exatas em que uma assinatura digital foi emitida.

“A partir do momento em que você cria o documento, assina e carimba, não tem mais como alterar. Se você mudar uma vírgula, um ponto, já dá problema de integridade nesse documento. Perde a validade”, explica o especialista em autenticação com sistemas biométricos Marcelo Brocardo.

O gerente de desenvolvimento Anderson Soffa, da empresa Softplan, garante que para alguém assinar um documento com o nome de outra pessoa, ele teria que ter o token e a senha dela, o que seria equivalente a ter o cartão e a senha do banco de alguém. Em um eventual caso de perda ou roubo do token, ele é desabilitado assim que o magistrado faz o comunicado à autoridade certificadora, invalidando qualquer ação praticada com o cartão. Veja a matéria no site do ConJur clicando aqui.

ícone de leia mais Leia a matéria completa
Segurança do SAJ: certificação digital e carimbo do tempo imprimem confiabilidade ao sistema

 

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

Leia também

Receba nossas novidades por e-mail:

Fale com o
especialista
Desenvolvido por: Linkedin Instagram