Eficiência das procuradorias: Direito Tributário é tema de seminário em Osasco

14/12/2018 | 2 min. de leitura

A correta cobrança de impostos é fundamental para garantir que as prefeituras tenham orçamento para investir em estrutura de serviços à população.

Pensando em melhorar a eficiência das procuradorias municipais e de outros setor da administração pública, realizou-se nesta quinta-feira (13) o I Encontro de Direito Tributário da Associação de Procuradores Municipais de Osasco (APMO). O evento, realizado em Osasco (SP), contou com a participação de profissionais de 20 municípios paulistas.

Eficiência das procuradorias. Palestrantes em evento em Osasco.
Grupo de especialistas palestrou no I Encontro de Direito Tributário

“Esse aperfeiçoamento em Direito Tributário é fundamental. Com a crise fiscal, os municípios dependem cada vez mais de novas fontes de receita para viabilizar a consecução de políticas públicas. Boas práticas em Dívida Ativa e Execução Fiscal permitem um significativo incremento da arrecadação mediante a recuperação do passivo tributário”, afirma Artur Lara Ferreira, procurador de Osasco e presidente da APMO.

O uso da tecnologia para aumentar a eficiência das procuradorias foi destaque. Os participantes conferiram exemplos de procuradorias que tiveram um salto de qualidade em sua gestão e em seus resultados a partir da adoção do SAJ Procuradorias.

“A tecnologia permite a automatização de uma série de tarefas burocráticas que podem ser realizadas pelo sistema. Inclusive, já é possível fazer análises detalhadas sobre as demandas da procuradoria com a ajuda de inteligência artificial. Estas ferramentas tecnológicas são um auxílio fundamental para incrementar a arrecadação municipal”, explica Bruno Pinheiro, executivo de Negócios da Softplan. A empresa desenvolve o Sistema de Automação da Justiça (SAJ) e é líder em inovação, analytics e inteligência artificial para a Justiça.

Eficiência das procuradorias: gestão à vista

Eficiência das procuradorias. Direito Tributário é tema de seminário em Osasco
Bruno Pinheiro explicou como aumentar a eficiência com a ajuda da tecnologia

Durante sua palestra, focada no uso de tecnologias, Pinheiro citou os resultados positivos da Procuradoria de Santo Antônio de Jesus (BA). Desde a implantação do SAJ Procuradorias, a PGM garantiu o ajuizamento de R$ 15,4 milhões em ações de Execução Fiscal. Este feito foi realizado por uma equipe de apenas três procuradores. Outra ação que exemplifica o aumento da eficiência das procuradorias que usam tecnologias é a possibilidade de peticionar em lote. No caso da PGM Santo Antônio de Jesus, um único advogado público conseguiu ajuizar 1.563 execuções fiscais em apenas um dia.

Estes números são bastante importantes para reforçar a eficiência das procuradorias para a gestão pública e para a sociedade. O SAJ Procuradorias viabiliza uma gestão à vista de todos os processos e atividades da PGM. Isso é essencial para garantir a assertividade do trabalho na advocacia pública.

Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Comente!

Este espaço destina-se às repercussões sobre notícias e artigos publicados no SAJ Digital. São de responsabilidade de seus autores. Não servem como abertura de chamados e atendimentos para o portal e-SAJ.

Leia também

Receba nossas novidades por e-mail:

Fale com o
especialista
Desenvolvido por: Linkedin Instagram